segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Sucesso!

E você dizendo ao telefone que já vinha, que era pra te esperar lá embaixo, e aí eu já sabia que era só daqui a umas três horas e meia, depois do seu banho demorado ou algum filme na tv. Cigarro caído no canto da boca e você jogando fichas de poker sobre a mesa, fechando um dos olhos por causa da fumaça do L&M. Os blefes perfeitos.
Naquela manhã de agosto eu queria muito estar com você, nem sei pra quê, mas eu queria te fazer companhia. Queria te dar abraços de dez minutos. Queria te levar lá no nosso esconderijo, lembra? Lá onde a gente tinha certeza que ninguém, além de nós mesmos, nos encontraria.
Você de terno e gravata e a gente fumando no telhado de casa, antes do sol sair. De quando você me ensinava a dirigir e de todas as vezes que você, empolgado, contava as histórias da propaganda. E fechava os olhos quando sorria.
Só que agora você sumiu daqui. E tudo o que eu queria era poder te ligar, mandar e-mail, te visitar, sei lá... mas você não atende o celular, não responde mensagens, não sai de casa, não tem mais e-mail, msn...
Eu não quero saber dos seus motivos, não quero te fazer perguntas. Quero você de volta na sexta feira, lá na calçada de casa, jogando conversa fora. Quero as ideias mais loucas e a tal invenção do free-ondas... que iria mudar os rumos da humanidade.
Ah, meu amigo, que falta você me faz...

19 comentários:

  1. Putz... não sei se isso veio da sua imaginação ou se é real (acho que seja real mesmo...), mas adorei!

    Escreva mais vezes!

    bjss

    ResponderExcluir
  2. Ai, saudade é uma coisa louca, né?
    Tenho tantas... vieram a tona com seu texto.

    ResponderExcluir
  3. Saudade é um sentimento que sempre nos traz inspiração para escrever. Gostei do texto!

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. adorei! é muito complicado msm essa coisa de vc ter um amigo pra tds as horas e derrepente não ter mais ele lá, não pdoer fazer tudo voltar a ser o que era antes e nem poder voltar no tempo;
    beijos ;*

    ResponderExcluir
  5. você é muito boa... escreve bem.. adoreii

    e passei recentemente por isso!! mais era uma amiga!! e era Black de canela :)

    http://stopglamorous.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Adorei seu blog vou vir aqui mais vezes beijinhos!

    www.joyceesuavida1.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Querida Samira...
    Muito obrigado por comentar em meu Blog!
    Adorei o texto acima!
    Estou te seguindo agora!

    ResponderExcluir
  8. Pela descrição e da saudade implicita, dificil acreditar qeu se trata de uma simples amizade... o sentimento aflora de tal forma, que não tem como não imaginar outra coisa...

    ResponderExcluir
  9. O dia que tiver o prazer e a honra de ter um amigo como este, saberá que amizades não são tão simples qto vc acredita, e poderá imaginar outra coisa sem nenhuma dificuldade. Amigos são mais valiosos que amores.

    Obrigada pelo comentário!

    abraço

    ResponderExcluir
  10. nOssa q texto emocionante..
    a saudade dóóói mto neh??
    Adorei o blog.
    Um bjO.

    ResponderExcluir
  11. LindO post..
    a amizade é um amor que nasce e morre com a gte..

    é um coisa linda... tem toda razão!!

    Um bjO.

    ResponderExcluir
  12. Bonito,sensibilissimo.gostei muito!

    ResponderExcluir
  13. A amizade é uma coisa tão bela... ainda mais quando a compania é o que vale, adorei o abraço de 10 minutos, fiquei com vontade agora também..

    ResponderExcluir
  14. Saudades, tão contraditório e, ao mesmo tempo, tão consolador. Mas a saudade sempre é boa quando se tem a certeza de sua futura suprição... mas quem nos garante o retorno? Que amor nos permite não temer a ausência? Situações complicadas envolvidas em um complexo paradoxo.
    Hoje um doce abraço, amanha um amargo abandono...

    Adorei seu post.

    Retribua a visita quando possível.

    Sucesso!

    http://morethanwords3.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  15. Saudade, atire a primeira pedra quem nunca teve...

    ResponderExcluir
  16. Visitando!
    Samira,ontem eu estava me sentindo exatamente assim,precisando de um amigo,mas daqueles que não precises falar nada,só ele estando ali do teu lado já bastasse.Esses milagres da internet me permitiram reencontrar um amigo que conheci no primário,o destino fez nos reencontrarmos três vezes,em cidades e situações diferentes.Precisava me abrir com alguém e mandei um e mail para ele.A resposta veio como uma luz,que clareou aquela situação para mim,coisas que só um verdadeiro amigo tem o poder,pois fala com o coração.Abrç!Fabio Zen

    ResponderExcluir
  17. Sim, também sinto falta.. deste mesmo amigo.. por onde ele anda?

    ResponderExcluir
  18. Sim, eu tb sinto muita falta deste mesmo amigo, de ir com ele nos karaokês da liberdade pagar altos micos.. saudade de vc tb, sua viada...

    ResponderExcluir