quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Maresia

É que ele tinha o azul do mar dentro dos olhos, e tinha a voz calma, daquelas que dão vontade de sentar no chão pra ouvir histórias imensas, apoiando o queixo sobre as mãos fechadas e os cotovelos sobre as coxas e as pernas cruzadas sobre um tapete de plumas brancas. E eu não sei seu nome, mas sei a cor do seu sorriso como que iluminando tudo à sua volta. E isso basta.

2 comentários:

  1. Seria essa uma pessoa especial?

    Muito legal, nos dá um duplo sentido, poderia ser uma pessoa que voce gosta muito, ou apenas o mar!!

    ResponderExcluir
  2. bellissimo texto
    gostei muito do blog.

    ResponderExcluir